22 de Fevereiro de 2024
Deputados elegem Luís Garcia para presidente da Assembleia
Rui Gonçalves

rui.incentivo@gmail.com
263
José Pacheco do Chega não conseguiu eleição para vice-presidente

O deputado faialense Luís Garcia, eleito pela coligação PSD/CDS-PP/PPM, obteve 39 votos na eleição para presidente da Assembleia Regional, na sessão desta tarde.

Era candidato único, em resultado de um acordo estabelecido previamente entre a coligação e o Partido Socialista.

Votaram contra, dois deputados e 16 abstiveram-se.

Há três anos, quando foi eleito pela primeira vez, Luís Garcia conseguiu 29 votos, no limite necessário para a eleição.

A sessão constitutiva do Parlamento ficou marcada pela exibição de cartazes por parte dos deputados do Chega, com a palavra vergonha, numa atitude de protesto por José Pacheco, líder daquele partido, não ter conseguido votos suficientes para ser eleito como vice-presidente.

A atitude insere-se na linha de intervenção do Chega a nível nacional, na Assembleia da República, e nunca tinha sido vista na Assembleia Regional dos Açores.

Na sessão desta tarde foram ainda eleitos Joaquim Machado e João Vasco Costa, como vice-presidentes.

O segundo obteve 47 votos a favor, cinco contra e cinco abstenções.

Quanto a Joaquim Machado, obteve 33 votos a favor, 18 contra e seis abstenções.

José Pacheco, líder regional do Chega, que também concorreu a vice-presidente, conseguiu apenas sete votos a favor e 50 contra.

Foi na sequência do anúncio do resultado que os deputados do chega levantaram os cartazes “vergonha”, o que lhes valeu uma referência de reprovação de Joaquim Machado, que presidia à Mesa provisória.

Foram ainda eleitos secretários da Mesa, representando o PSD, a deputada Nídia Inácio e, representado o Partido Socialista, Lubélio Mendonça.

A primeira obteve 39 votos a favor, nove contra e nove abstenções.

O segundo registou 47 votos a favor, cinco contra e cinco abstenções.

No final da sessão, à qual compareceu a totalidade dos membros do Governo, Luís Garcia, após ocupar o seu lugar, fez um breve discurso de circunstância.

Garantiu “isenção” na condução dos trabalhos, “diálogo” e “compromisso”.

Agradeceu a “confiança renovada”, uma vez que ocupa o lugar pela segunda vez, pois foi presidente nos últimos três anos, cargo para que foi eleito após as eleições de 2020.

O deputado faialense Luís Garcia, eleito pela coligação PSD/CDS-PP/PPM, obteve 39 votos na eleição para presidente da Assembleia Regional, na sessão desta tarde.

Era candidato único, em resultado de um acordo estabelecido previamente entre a coligação e o Partido Socialista.

Votaram contra, dois deputados e 16 abstiv…





Para continuar a ler o artigo torne-se assinante ou inicie sessão.
Pode tornar-se assinante por apenas 7€ por mês.

Contacte-nos através: 292 292 815 ou jornalincentivo@gmail.com.




Outras Notícias
Superluxuoso navio de cruzeiro Seven Seas Grandeur no Faial
.
André Dutra arranca um 3º lugar na segunda prova da Taça de Portugal
.
“Aventura na Alagoa: Escalada para Todos” vence Orçamento Jovem
.
Crise sísmica na Terceira com valor anormal apenas de sismicidade
.