02 de Outubro de 2023
Mais de 117 toneladas de resíduos relacionados com droga recolhidas este ano no Porto
Lusa

Autor do Artigo
244

A Câmara do Porto recolheu este ano 117,4 toneladas de resíduos relacionados com o consumo de droga, ao abrigo de um projeto que, desde 2018, permitiu tirar das ruas mais de 525 toneladas de seringas, pratas e cachimbos.

O relatório do projeto “Porto, Cidade Sem Droga”, a que a Lusa teve hoje acesso, indica que entre janeiro e 28 de setembro foram recolhidos 117.390 quilogramas de resíduos, no decorrer de 3.831 ações realizadas por toda a cidade.

Lançado em 2018, o projeto visa a recolha de resíduos relacionados com o consumo de droga, realizando ações de recolha por todo o município, mas com “especial foco” na zona da Pasteleira, Lordelo do Ouro e Aleixo, mas também noutros locais como: ciclovia da Rua Paulo da Gama, Rua D. João de Mascarenhas, junto à bomba de gasolina na Rua de Diogo Botelho, bairro Pinheiro Torres, entrada da VCI junto à Rua António Bessa Leite, envolvente do antigo bairro do Aleixo, Rua Manuel Pinto de Azevedo e Sé do Porto.

A Câmara do Porto recolheu este ano 117,4 toneladas de resíduos relacionados com o consumo de droga, ao abrigo de um projeto que, desde 2018, permitiu tirar das ruas mais de 525 toneladas de seringas, pratas e cachimbos.

O relatório do projeto “Porto, Cidade Sem Droga”, a que a Lusa teve hoje acesso, indica que entre janeiro e 28 de setembro foram recolhi…





Para continuar a ler o artigo torne-se assinante ou inicie sessão.
Pode tornar-se assinante por apenas 7€ por mês.

Contacte-nos através: 292 292 815 ou jornalincentivo@gmail.com.




Outras Notícias
Festival Maravilha no mar
.
Novo foguetão europeu Ariane 6 será lançado na terça-feira com nanossatélite português a bordo
.
Cinco detidos em Ponta Delgada por suspeitas de tráfico de droga
.
Conta da Região Autónoma dos Açores de 2022 aprovada com votos contra do PS
.