02 de Dezembro de 2022
ASAE apreende mais de 60.000 euros em artigos à venda no Facebook
Lusa

Autor do Artigo
71

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu, em Braga, mais de 60.000 euros em artigos contrafeitos, que estavam à venda no Facebook, e o suspeito pela prática do crime ficou sujeito ao termo de identidade e residência.
Em comunicado, a ASAE detalhou que foram apreendidos 3.800 artigos contrafeitos, entre vestuário, calçado desportivo, marroquinaria e perfumes, num valor total de 60.400 euros. Foram ainda apreendidos 2.400 euros em dinheiro.
As buscas, que visaram um domicílio, um armazém e três viaturas, no âmbito de um processo-crime em investigação pela venda de contrafação através da rede social Facebook.
“Foi também realizada uma pesquisa de dados informáticos no telemóvel do suspeito, alegadamente usado para a prática do crime de investigação”, referiu.
Segundo a mesma nota, muitos dos artigos já tinham a indicação do nome do comprador, “evidenciando o elevado volume de vendas praticado e a elevada procura da página de Facebook”.
O suspeito foi constituído arguido e sujeito a termo de identidade e residência.
“A ASAE continuará a acompanhar o fenómeno da venda de contrafação ‘online’, promovendo a proteção da propriedade industrial e intelectual dos titulares das marcas lesadas e garantindo a proteção dos consumidores”, assegurou. 

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu, em Braga, mais de 60.000 euros em artigos contrafeitos, que estavam à venda no Facebook, e o suspeito pela prática do crime ficou sujeito ao termo de identidade e residência.
Em comunicado, a ASAE detalhou que foram apreendidos 3.800 artigos contrafeitos, entre vestuário, calça…





Para continuar a ler o artigo torne-se assinante ou inicie sessão.


Contacte-nos através: 292 292 815.




Outras Notícias
Deputado independente nos Açores arguido em processo de calúnia
.
Governo cria novo sistema de incentivos às empresas
.
Madeira não confia nos dados do INE que indicam aumento do risco de pobreza
.
Importância das acessibilidades para as ilhas do Triângulo
.