23 de Maio de 2022
Transição dos manuais escolares para o digital envolve cinco mil alunos nos Açores
Lusa

Autor do Artigo
37
Será feito investimento nas redes wi-fi das escolas

O ensino nos Açores está a promover a transição dos manuais escolares para o digital, um processo que arranca em pleno no próximo ano letivo e envolve cerca de cinco mil alunos, anunciou a titular regional da Educação.

A secretária regional da Educação e dos Assuntos Culturais, Sofia Ribeiro, especificou que o projeto abrange os alunos do 5º e 8º anos de escolaridade, está orçado em 2,5 milhões de euros e vai beneficiar de verbas do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).


Sofia Ribeiro, que falava aos jornalistas, em Ponta Delgada, à margem de uma sessão de apresentação dos manuais digitais, no Laboratório Regional de Engenharia Civil, referiu que foi desenvolvido este ano um projeto-piloto em duas escolas de São e Miguel e Terceira, com turmas do 5º e 8º anos de escolaridade.

O objetivo agora é “estender a desmaterialização dos manuais digitais para todos os alunos dos Açores, a partir do 5º ano de escolaridade, de forma faseada, no próximo ano de escolaridade”, segundo a titular da pasta da Educação.

“Este projeto vai muito além da simples transição do livro para uma utilização por computador, uma vez que a sua utilização permite não só o acesso aos conteúdos mas, de uma forma mais variada, aprendizagens muito mais significativas, através do acesso a vídeos e as próprias trocas entre os alunos de materiais e trabalhos em simultâneo”, especificou.

A governante salvaguardou que o projeto “também dará um retorno em termos avaliativos, se o professor assim o entender, das competências que foram adquiridas pelos alunos na sala de aula”, enquanto “os próprios pais têm acesso à avaliação”.

Sofia Ribeiro frisou que a segurança no acesso ao digital por parte dos alunos está assegurada e que será feito um investimento na melhoria da rede ‘wi-fi’ das escolas onde este se justificar.

Estarão envolvidos cinco mil alunos, havendo lugar a formação e acompanhamento dos professores para aderir ao digital, bem como serão disponibilizados ‘tablets’ e portáteis para os alunos.

A secretária regional da Educação diz que por parte dos professores existe uma “grande expectativa neste momento” e afirmou que a pandemia de covid 19 e o ensino à distância despertaram “para a importância de diversificar as metodologias de ensino”.

O ensino nos Açores está a promover a transição dos manuais escolares para o digital, um processo que arranca em pleno no próximo ano letivo e envolve cerca de cinco mil alunos, anunciou a titular regional da Educação.

A secretária regional da Educação e dos Assuntos Culturais, Sofia Ribeiro, especificou que o proj…





Para continuar a ler o artigo torne-se assinante ou inicie sessão.


Contacte-nos através: 292 292 815.




Outras Notícias
Governo dos Açores recolhe até 14 de julho contributos para sistema de incentivos
.
Associação IRIS pede explicações sobre festival musical nas Sete Cidades
.
Mais parcerias e planeamento para evitar falta de médicos
.
Quase 700 mil estrangeiros vivem em Portugal e 30 por cento são brasileiros
.