Rui Gonçalves

Um Governo enjoado

05 de Junho de 2024


O Governo Regional dos Açores não perde uma oportunidade para revelar a sua incompetência.

Foi conhecida ontem a notícia da saída de Francisco Bettencourt da administração da Atlânticoline.

Há poucos dias soube-se que Rui Terra também vai deixar a administração da Portos dos Açores. Nem um nem outro tem substituto.

Mário Rui Pinho foi a tábua de salvação que flutuava na costa do Faial para resolver o problema da secretaria regional do Mar e Pescas.

Rui Martins não logrou ser eleito deputado e fazendo jus aos seus conhecimentos de farmácia, vai pôr os talentos a render com remédios para as políticas marítimas.

A SATA perdeu o seu conselho de administração. Agora administra com os suplentes porque os titulares estão lesionados e não se sabe se voltarão a jogar. Até na conferência de imprensa da companhia, ontem à noite, para explicar as avarias nos aviões, foi o treinador adjunto que apareceu aos jornalistas.

Todos estes casos mostram à saciedade que as escolhas são mal feitas.

Parece que está difícil encontrar alguém de jeito que queira assumir funções públicas nos Açores. Andam sempre à volta dos mesmos. São muitos erros para tão pouco tempo.

Os Governos começam a dar sinais de desgaste quando já estão há muito tempo no poder. Neste caso, foi logo desde o início.

Eu penso que se alguém é competente, não deve mudar de funções. Deve continuar a desenvolver o seu trabalho com o mínimo de perturbação possível.

Veja-se o caso de Francisco Bettencourt que é o mais fresco e aqui bem perto de nós. Esteve mais de um ano de vogal executivo na administração da empresa. Como não encontraram, ou alguém não aprovou outra escolha, sabe-se lá porquê, uma solução melhor, lá foi nomeado presidente. Se estivesse tudo a correr bem a empresa não ficava outra vez sem presidente.

Só mais um caso, também recente e perto de nós. O do comandante Rui Terra. Era o administrador modelo. Quando, há já algum tempo, se falou na sua substituição o próprio apressou-se a dizer que não era provável uma vez que a empresa tinha, com a sua gestão, apresentado os melhores resultados de sempre. Foi despromovido mas, não fosse a Marinha recusar a encomenda na volta do correio, sempre arranjou um lugarzinho por cá para continuar a desenvolver as suas reconhecidas qualidades.

Pensando melhor, inclino-me para uma explicação mais comezinha, porém muito natural. Como estes episódios se passam todos no mar e no ar, sendo sabido que há quem enjoa em viagem, só posso concluir que o Governo está enjoado.

O Governo Regional dos Açores não perde uma oportunidade para revelar a sua incompetência.

Foi conhecida ontem a notícia da saída de Francisco Bettencourt da administração da Atlânticoline.

Há poucos dias soube-se que Rui Terra também vai deixar a administração da Portos dos Açores. Nem um n…





Para continuar a ler o artigo torne-se assinante ou inicie sessão.


Contacte-nos através: 292 292 815.
423
Outros Artigos de Opinião
"Controvérsias e Celebrações"
João Garcia

AO ABRIR DA MANHÃ
.
"Não sinto qualquer orgulho..."
Carlos Frayão

REFLEXOS DO QUOTIDIANO
.
"É preciso ser criativo"
Rui Gonçalves

A ABRIR
.
"Construindo o Futuro da Cidade e Atraindo os Jove…"
João Garcia

AO ABRIR DA MANHÃ
.
"A praga dos projetos de qualidade duvidosa"
Carlos Faria

REFLEXOS DO QUOTIDIANO
.
"Ligações Vitais"
João Garcia

AO ABRIR DA MANHÃ
.
"Fiquei indignado mas não surpreendido..."
Carlos Frayão

REFLEXOS DO QUOTIDIANO
.
"Acautelar o Futuro do Faial"
João Garcia

AO ABRIR DA MANHÃ
.
"Cobardia em vez de coragem"
Rui Gonçalves

A ABRIR
.
"A União Fará a Força"
João Garcia

AO ABRIR DA MANHÃ
.