Rui de Jesus

Semana do Mar e da Terra

02 de Agosto de 2022


Existem muitas opiniões sobre a festa maior do Faial, umas favoráveis e outras nem por isso. Parece não haver dúvidas que esta festa deve incluir, principalmente, actividades relacionadas com o mar, mas deve ter em conta outras actividades que permitam dinamizar o tecido económico e dar prazer e alegria. Uma primeira área, em que o Club Naval da Horta tem um papel fundamental, com o apoio da Câmara Municipal, na organização de provas de natação, de vela (com várias categorias, incluindo iates), de botes baleeiros (remos e à vela), pranchas de windsurf, pesca, caça submarina (se a legislação permitir), polo aquático e jogos de água. Julgo que a maioria das provas se devem realizar (junto de terra) de modo que as pessoas (a população) possa apreciar melhor. Com o peixe apanhado nas provas que o permitam, devia ser feito um caldo de peixe gigante para oferecer aos participantes e a quem quisesse. Mas relacionado com o Mar, há muito mais coisas que podem ser referidas.

Também deviam ser exploradas, com exposições (que possam ser aproveitadas comercialmente). Nestas exposições incluía-se (entre outras), bóias, anzóis, redes, caniços (devidamente aparelhados) incluindo os de rolete, tipos de chumbadas, aquários. Nesta área é indispensável a colaboração da Câmara do Comércio. Sei que não é fácil e provavelmente teria poucos participantes, mas uma prova que ligasse a vizinha ilha do Pico ao Faial ou em alternativa uma prova que ligasse as praias da Conceição e a do Porto Pim.

A feira do livro devia ter uma secção de livros relacionados com o Mar, desde histórias infantis, livros de pesca, livros de desportos náuticos, aparelhos de pesca, enchelavares, aquários, enfim todos os aparelhos relacionados com o Mar. Esta parte da feira seria complementada com uma exposição sobre utensílios e aparelhos de pesca. Devia também ter uma secção de livros sobre a Terra (jardins), ou seja livros de flores, arbustos, plantas e sementes, podendo ser complementada com flores e plantas para venda. Mas esta festa não é só para alguns, mas sim para todos, daqui que não possamos esquecer as crianças. Neste ponto, as construções na areia são fundamentais e os jogos tradicionais.

Nas barraquinhas de comes e bebes, devem ter comida variada (peixe, marisco e carne). Não quero dizer que todos tenham o mesmo. Assim, por exemplo, da ementa deve constar chicharros fritos (com molho cru ou ferrado), polvo guisado, iscas de albacora, lapas cruas e grelhadas (se for permitido), caldo de peixe, linguiça, morcela e torresmos, febras, bifanas, ovos recheados e favas. Julgo que estes pratos deviam ser obrigatórios podendo ser complementados (não obrigatório) com lula guisada e peixe grelhado.

Quanto a bebidas seriam livres, mas obrigatoriamente teriam sumos (com e sem gaz), cervejas, vinho do Pico e do Continente, sangria, dois ou três digestivos (incluir um da terra) e dois licores.

Relembro coisas que já foram feitas nesta Semana tais como “Desfile de todas as filarmónicas da ilha do Faial”, “Desfile de carros alegóricos (temáticos) - organização conjunta das Juntas de Freguesia e das Secretarias Regionais sediadas no Faial, estes desfiles podiam ser alternados, num ano um e outro no ano seguinte.

A Semana do Mar (e da Terra) também tem e deve continuar, uma componente religiosa, que é a Nossa Senhora da Guia, que é considerada padroeira de muitos pescadores e de homens que fazem a sua vida do mar.

Esta festa é inesgotável em actividades, que podem ser alternadas umas com as outras.

Por agora fico por aqui, mas esta Semana especial tem muito mais que se diga.

Existem muitas opiniões sobre a festa maior do Faial, umas favoráveis e outras nem por isso. Parece não haver dúvidas que esta festa deve incluir, principalmente, actividades relacionadas com o mar, mas deve ter em conta outras actividades que permitam dinamizar o tecido económico e dar prazer e alegria. Uma primeira área, em que o Club Naval da Horta t…





Para continuar a ler o artigo torne-se assinante ou inicie sessão.


Contacte-nos através: 292 292 815.
31
Outros Artigos de Opinião
"Desculpem, mas não acredito..."
Carlos Frayão
.
"Os Filhos (VIII)"
Jorge Moreira Leonardo
.
"Semana do Mar 2022 desafios superados"
Carlos Faria
.
"Os Filhos (VII)"
Jorge Moreira Leonardo
.
"Semana do Mar e da Terra"
Rui de Jesus
.
"Uma decisão muito má mas previsível..."
Carlos Frayão
.
"Os Filhos (VI)"
Jorge Moreira Leonardo
.
"Balanço no verão do fim do ano político nos Açores"
Carlos Faria
.
"O palco é do Somos Portugal"
Rui Gonçalves
.
"Os Filhos (V)"
Jorge Moreira Leonardo
.