04 de Julho de 2024
Google pede licença para construir cabo que vai amarrar nos Açores e em Sines
Lusa

Autor do Artigo
138

A Google pediu ao regulador americano uma licença para construir um cabo submarino de fibra ótica de 6.900 quilómetros, que vai amarrar nos Açores e Sines, afirmando tratar-se da primeira ligação direta entre Estados Unidos e Portugal.

Segundo o documento, que a agência Lusa teve hoje acesso, a multinacional pede à Comissão Federal de Comunicações “licença para construir, aterrar e operar um sistema de cabo submarino de fibra ótica privado e não comum que ligue os Estados Unidos às Bermudas, aos Açores e a Portugal” continental.

A Google “pretende instalar e testar o sistema ‘cloud’ em águas dos Estados Unidos a partir do terceiro trimestre de 2025 e iniciar a operação comercial do ponto de amarração do sistema nos Estados Unidos no segundo semestre de 2026”, lê-se a missiva.

O sistema de cabos transatlântico designa-se "Nuvem", para evocar a palavra portuguesa, e vai ter uma extensão de cerca de 6,900 quilómetros, ligando a cidade americana de Myrtle Beach (Carolina do Sul), às Bermudas, à ilha de São Miguel e a Sines.

“A Nuvem será o primeiro sistema a ligar diretamente os Estados Unidos aos Açores e a Portugal continental. Será também o primeiro sistema transatlântico a ter um ponto de aterragem nas Bermuda”, adianta a empresa.

Relativamente à referência para a velocidade de Internet, a empresa adianta que cada par de cabos de fibra ótica terá uma capacidade total projetada de aproximadamente 24 tbps (transporte de terabit por segundo).

O sistema, que vai ser constituído por 16 pares de cabos, vai ter um total de 384 tbps.

O pedido da Google, feito em nome da subsidiária Starfish, data de 21 de junho.

A Google pediu ao regulador americano uma licença para construir um cabo submarino de fibra ótica de 6.900 quilómetros, que vai amarrar nos Açores e Sines, afirmando tratar-se da primeira ligação direta entre Estados Unidos e Portugal.

Segundo o documento, que a agência Lusa teve hoje acesso, a multinacional pede &ag…





Para continuar a ler o artigo torne-se assinante ou inicie sessão.
Pode tornar-se assinante por apenas 7€ por mês.

Contacte-nos através: 292 292 815 ou jornalincentivo@gmail.com.




Outras Notícias
Novo foguetão europeu Ariane 6 será lançado na terça-feira com nanossatélite português a bordo
.
Conta da Região Autónoma dos Açores de 2022 aprovada com votos contra do PS
.
Novo foguetão europeu Ariane 6 descolou com êxito com nanossatélite português a bordo
.
Turista morre nos Açores após queda de 20 metros na Ribeira dos Caldeirões em S. Miguel
.