29 de Maio de 2024
Prisão preventiva para mulher ligada a rede de tráfico que abastece São Miguel
Lusa

Autor do Artigo
406

Uma mulher ficou em prisão preventiva e o companheiro com termo de identidade e residência por serem suspeitos de ligações a uma rede de tráfico de droga que abastece a ilha de São Miguel, nos Açores, foi hoje revelado.

As detenções da mulher, de 32 anos, e do homem, com 24, "ocorreram na sequência de uma investigação iniciada em dezembro de 2023", segundo a Polícia Judiciária (PJ) nos Açores.

Na altura, refere o comunicado divulgado, foi detida em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, "uma mulher que tinha na sua posse 15 quilos de haxixe e um quilo de cocaína".

Posteriormente, "os indícios recolhidos permitiram identificar, em Lisboa, a fornecedora da droga apreendida e justificaram a realização de busca ao seu domicílio, no decorrer da qual foi a mesma detida, conjuntamente com o companheiro, por terem sido encontrados com aproximadamente 600 doses médias individuais diárias de haxixe", avança o Departamento de Investigação Criminal dos Açores da PJ, em comunicado de imprensa.

As medidas de coação foram aplicadas pelas autoridades judiciárias da Comarca dos Açores, que ouviram o casal e consideraram haver "fortes indícios da prática do crime de tráfico de estupefacientes".

Uma mulher ficou em prisão preventiva e o companheiro com termo de identidade e residência por serem suspeitos de ligações a uma rede de tráfico de droga que abastece a ilha de São Miguel, nos Açores, foi hoje revelado.

As detenções da mulher, de 32 anos, e do homem, com 24, "ocorreram na sequênci…





Para continuar a ler o artigo torne-se assinante ou inicie sessão.
Pode tornar-se assinante por apenas 7€ por mês.

Contacte-nos através: 292 292 815 ou jornalincentivo@gmail.com.




Outras Notícias
Lídia Bulcão defende que gestão integrada do mar tem de incluir regiões
.
João Castro continua de baixa e por isso está ausente do plenário
.
Parlamento dos Açores aprova anteproposta para simplificar subsídio de mobilidade
.
Professor de direito propõe que Açores e Madeira elejam juízes para o TC
.