02 de Junho de 2023
Reconstrução da sede do Sporting Club da Horta é uma obra que se impõe
Jéssica Raposo

jessicamcraposo@gmail.com
210
Assinado contrato com o Governo para arranque das obras

O Sporting Club da Horta, um dos mais emblemáticos clubes dos Açores, comemorou um marco histórico: 100 anos desde a sua fundação em 28 de maio de 1923.

A maturidade obtida pelo Clube impõe novos desafios. 

Na sessão solene comemorativa do centenário, o presidente da Direção do Clube, Davide Marcos, realçou que há obras físicas que se impõem e compromissos que têm de ser cumpridos. 

«É hora! Que este seja o pretexto para um novo ciclo. Esta maturidade não foi alcançada apenas porque temos 100 anos mas, e principalmente, pelo que vivemos neste período», disse Davide Marcos, salientando que para o Clube ser sustentável e uma referência para todos, principalmente para as próximas gerações, há que ter uma sede ativa. 

Segundo o presidente da Direção, o desafio do Clube tem sido procurar incessantemente as condições para reabilitar a sede social na Rua Eduardo Bulcão, quer pela vida que deu ao Clube quer por toda a vertente social e cultural.

Recentemente o Sporting Club da Horta assinou com o Governo Regional dos Açores um primeiro contrato de apoio financeiro que vai assegurar o arranque das obras. Quanto ao Município, o Clube espera que possa ajudar neste investimento nos próximos dois anos. 

«Temos determinação e vontade de continuar. É este aspeto que nos dá condição para sermos reconhecidos, respeitados e apoiados. Este é um Clube da cidade da Horta, do Faial e dos Açores. Levamos connosco, há 30 anos, esta marca que nos projetou até internacionalmente na modalidade do andebol e, no passado, temos uma história em muitas modalidades, como o futebol, atletismo, hóquei em patins e esgrima, com muito sucesso», destacou o presidente da Direção. 

Para Davide Marcos, a responsabilidade do Clube obriga a «querer vencer». Este ano na 2.ª divisão, pela segunda vez em 20 anos, o Sporting Club da Horta alcançou o 3.º lugar, o que permitirá militar, no próximo ano, na nova competição FAP – Divisão de Honra. O Clube vai competir com um conjunto de equipas da 1.ª divisão e com as equipas B dos chamados grandes em Portugal, no caso Porto e Benfica. 

«Com passos seguros, queremos regressar novamente ao palco maior do andebol nacional, mas só o devemos fazer se as condições assim o permitirem», concluiu o presidente da Direção.

Para além da sessão solene comemorativa do centenário que se realizou no passado domingo, na Sociedade Amor da Pátria, o Clube içou a bandeira e descerrou uma placa, na fachada da sede, em homenagem aos sócios, órgãos sociais, atletas, técnicos, adeptos, benfeitores e colaboradores culturais e desportivos. 

As comemorações do centenário prolongam-se até 28 de maio de 2024. 

O Sporting Club da Horta, um dos mais emblemáticos clubes dos Açores, comemorou um marco histórico: 100 anos desde a sua fundação em 28 de maio de 1923.

A maturidade obtida pelo Clube impõe novos desafios. 

Na sessão solene comemorativa do centenário, o presidente da Direção do Clube, Davide Marcos,…





Para continuar a ler o artigo torne-se assinante ou inicie sessão.
Pode tornar-se assinante por apenas 7€ por mês.

Contacte-nos através: 292 292 815 ou jornalincentivo@gmail.com.




Outras Notícias
Parlamento rejeita programa extraordinário de integração de trabalhadores precários
.
Alunos melhoram a Português mas 96% das públicas chumbam a Matemática
.
Hasteadas as Bandeiras Qualidade de Ouro e Bandeira Azul nas Zonas Balneares do Faial
.
Carina Luna e Sofia Ganduglia conquistam o 1º lugar no Campeonato Regional de Canoagem
.