23 de Maio de 2023
Bloco de Esquerda alerta para falta de faroleiros nos Açores
Lusa

Autor do Artigo
118

O Bloco de Esquerda/Açores alertou para a falta de faroleiros na região, alegando que existem 27, quando seriam necessários 34, e reivindicou a abertura urgente de um novo concurso para formação.

“Atualmente, nos Açores, encontram-se em funções 27 faroleiros para 16 faróis, quando seriam necessários, pelo menos, 34 faroleiros. No entanto, apesar de esta urgência já estar identificada, existe um impasse criado pelo Ministério Finanças, que tarda em dar autorização para a abertura de um novo concurso para formação de faroleiros”, avançou o partido, em comunicado de imprensa.

Segundo o BE, que tem dois deputados na Assembleia Legislativa dos Açores, “se o curso não for aberto até ao final de 2023, perde-se a respetiva certificação”.

“Irá atrasar ainda mais a formação e contratação destes profissionais que são essenciais para garantir a segurança da navegação marítima”, sublinhou.

O partido alega que a situação se arrasta “há vários anos”, mas “ficará mais complicada nos próximos tempos, porque alguns dos atuais profissionais vão deixar de exercer por atingirem a idade da reforma”.

“A falta de faroleiros está a pôr em causa os direitos dos profissionais colocados nos Açores. Uma vez que os faróis são equipamentos que têm que estar sempre operacionais, o número reduzido de faroleiros obriga a que apenas dois profissionais alternem entre si os turnos, o que provoca grandes dificuldades em caso de férias, folgas, doença ou licença de parentalidade, por exemplo”, salientou.

Na Assembleia da República, o Bloco de Esquerda apresentou um requerimento a questionar o Ministério da Defesa sobre as diligências que adotou ou pretende adotar “para assegurar um reforço efetivo do número de faroleiros nos Açores”.

O partido perguntou ainda que medidas adotou o Governo “para que seja emitido, com urgência, o despacho para abertura de novo curso de formação de faroleiros, tendo em consideração que a respetiva certificação termina no final do corrente ano”, “quantas vagas terá este novo curso e qual a sua duração”.

O Bloco de Esquerda/Açores alertou para a falta de faroleiros na região, alegando que existem 27, quando seriam necessários 34, e reivindicou a abertura urgente de um novo concurso para formação.

“Atualmente, nos Açores, encontram-se em funções 27 faroleiros para 16 faróis, quando seriam necessários, pelo menos,…





Para continuar a ler o artigo torne-se assinante ou inicie sessão.
Pode tornar-se assinante por apenas 7€ por mês.

Contacte-nos através: 292 292 815 ou jornalincentivo@gmail.com.




Outras Notícias
Açores com renovação do galardão Quality Coast da Green Destinations
.
Governo dos Açores contesta intenção da ANA/Vinci para o aeroporto da Horta
.
Plano de ordenamento do espaço marítimo dos Açores em discussão pública
.
PS diz que decisão de 2020 coloca especial responsabilidade sobre representante da República
.