22 de Maio de 2023
Mercado Municipal vai continuar sem peixaria
Rui Gonçalves

rui.incentivo@gmail.com
316
Novo concurso admite outros ramos de negócio

O concurso lançado pela UrbHorta, em janeiro deste ano, para a peixaria do Mercado ficou deserto.

Não é a primeira vez que acontece e a UrbHorta decidiu agora abrir novo concurso, admitindo outros ramos de negócio.

A explicação para a ausência de concorrentes, para instalar no Mercado uma loja que muitos consideram fundamental naquele espaço comercial, pode estar relacionada com o facto de já haver no Faial seis peixarias.

Esta opinião foi apresentada por Carlos Morais, presidente do conselho de administração da empresa gestora do espaço e vice-presidente da Câmara, na última reunião do executivo municipal, na semana passada.

Mas há quem pense diferente. Após alguns contatos levados a cabo pelo INCENTIVO, verifica-se que o principal problema pode estar na vocação que foi dada àquele espaço central na cidade da Horta. “Não é um mercado, é um salão de festas”, diz um velho habitante.

Para além disso, a loja destinada à peixaria revela problemas estruturais da obra, que não foram corrigidos e não a tornam atrativa. São os problemas com infiltrações de água e também não foram atendidas especificações necessárias a um negócio de peixe. Entre elas estão a deficiente rede de esgotos ou a falta de uma vedação em vidro, por razões de higiene, como tem a loja destinada a talho.

Na reunião da Câmara de quinta-feira passada, Carlos Morais, questionado sobre o assunto, não adiantou qualquer data para o novo concurso, considerando que é provável que não apareçam novos interessados na peixaria agora, uma vez que o assunto nunca ficou resolvido nos concursos anteriores.

Outra das razões que poderá estar na base da ausência de interessados por aquele espaço é o facto do Mercado ser pouco atrativo para os clientes. O sábado é o único dia que leva clientes às compras a um mercado tradicional, como acontece na cidade da Horta.

Este problema arrasta-se há anos e, se o executivo municipal anterior não conseguiu dar-lhe uma solução, os atuais responsáveis pela Câmara continuam com a mesma atitude, sem se conhecerem esforços no sentido de tornar o espaço destinado à peixaria mais atrativo para quem possa ter interesse em explorar o negócio.

O concurso lançado pela UrbHorta, em janeiro deste ano, para a peixaria do Mercado ficou deserto.

Não é a primeira vez que acontece e a UrbHorta decidiu agora abrir novo concurso, admitindo outros ramos de negócio.

A explicação para a ausência de concorrentes, para instalar no Mercado uma loja que muitos consideram fundamental naqu…





Para continuar a ler o artigo torne-se assinante ou inicie sessão.
Pode tornar-se assinante por apenas 7€ por mês.

Contacte-nos através: 292 292 815 ou jornalincentivo@gmail.com.




Outras Notícias
Empresa Portos dos Açores passa de lucro a prejuízo de 1,5 ME em 2023
.
Edifício e Museu do Parlamento Regional abertos ao público no dia 25 de Abril
.
Câmara quer construir 16 apartamentos e 35 lugares para estacionamento na Rua de São João
.
Bebé nasce nos Açores a bordo de avião da Força Aérea
.