15 de Maio de 2023
Pescado capturado na Madeira gerou 4,2 ME de receitas no primeiro trimestre
Lusa

Autor do Artigo
115

O pescado capturado na Madeira no primeiro trimestre deste ano rondou as 809,6 toneladas e gerou receitas de primeira venda na ordem dos 4,2 milhões de euros, indicou hoje a Direção Regional de Estatística (DREM).

De acordo com a autoridade madeirense, as quantidades capturadas registaram um aumento de 1,2% e o valor da primeira venda subiu 39% face ao período homólogo.

Nas principais espécies capturadas, apresentaram decréscimos as capturas da cavala (-39,3%) e do peixe-espada preto (-1,4%), enquanto as capturas de chicharro (+29,4%) e de atum e similares (+15,0%) registaram aumentos.

A DREM esclarece que, em valor, o peixe-espada preto destacou-se pela positiva (+43,1%), a par do atum e similares (+37,6%) e do chicharro (+16,5%), contribuindo para a variação positiva nas receitas totais, sendo que 66,0% das capturas foram respeitantes ao peixe-espada preto.

O preço médio de pescado apurado na primeira venda, para o período em referência (excluindo-se nestes cálculos o pescado descarregado destinado a autoconsumo), foi de 5,25 euros (3,83 euros no mesmo período de 2022), com o preço médio para o atum e similares a atingir os 9,25 euros (7,73 euros no período homólogo) e para o peixe-espada preto os 4,67 euros (3,23 euros nos primeiros três meses do ano precedente)”, refere a autoridade regional.

Por outro lado, ao nível da aquicultura, foram produzidas 444,4 toneladas de dourada no primeiro trimestre do ano, menos 12,8% face ao mesmo trimestre de 2022.

As vendas, no entanto, ascenderam aos 2,5 milhões de euros, crescendo 5,5% relativamente ao trimestre homólogo.

A DREM refere que 88,8% do valor de vendas dizem respeito ao mercado nacional (Continente e Açores) e apenas 11,0% ao mercado regional.

Já a produção de ovos na Madeira rondou os 6,4 milhões de unidades no primeiro trimestre deste ano, aumentando 16,7% em termos homólogos, ao passo que o abate de frango aumentou 13,4% no mesmo período, atingindo 921,1 toneladas.

Por sua vez, segundo dados fornecidos pelo Centro de Abate da Região Autónoma da Madeira (CARAM), o gado abatido totalizou 175,8 toneladas, diminuindo 10% relativamente ao primeiro trimestre de 2022.

O pescado capturado na Madeira no primeiro trimestre deste ano rondou as 809,6 toneladas e gerou receitas de primeira venda na ordem dos 4,2 milhões de euros, indicou hoje a Direção Regional de Estatística (DREM).

De acordo com a autoridade madeirense, as quantidades capturadas registaram um aumento de 1,2% e o valor da primeira venda subiu 39% face ao per&ia…





Para continuar a ler o artigo torne-se assinante ou inicie sessão.
Pode tornar-se assinante por apenas 7€ por mês.

Contacte-nos através: 292 292 815 ou jornalincentivo@gmail.com.




Outras Notícias
Empresa Portos dos Açores passa de lucro a prejuízo de 1,5 ME em 2023
.
André Dutra arranca um 3º lugar na segunda prova da Taça de Portugal
.
Governo não confirma Ilídia Quadrado na Portos dos Açores
.
Falta de vontade do Governo para avançar com a segunda fase da EBI da Horta
.