06 de Março de 2023
Programa Novos Idosos alargado ao concelho da Horta
Lusa

Autor do Artigo
66
Governo prevê a abertura de 50 vagas para o Faial

O programa Novos Idosos, destinado a apoiar os idosos em casa nos Açores, vai ser estendido aos concelhos da Horta, Vila Franca e Lagoa com a abertura de 150 vagas, anunciou sexta-feira o vice-presidente do Governo Regional.

“Assinámos o despacho de alargamento do programa Novos Idosos aos concelhos de Vila Franca do Campo, Lagoa e Horta, que se juntam à Praia da Vitória e a Ponta Delgada”, avançou Artur Lima durante a assinatura do despacho de abertura da segunda fase do programa, que decorreu no Palácio da Conceição em Ponta Delgada.

O Novos Idosos pretende apoiar os idosos que se mantenham a habitar em casa (ou seja, sem residirem num lar), com verbas do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), e arrancou como um projeto-piloto em 2022.

Para a nova fase do projeto, que prevê a abertura de 150 vagas (50 por cada concelho), o Governo Regional realizou acordos com a Santa Casa da Misericórdia de Vila Franca do Campo, a Santa Casa da Misericórdia de Santo António da Lagoa e a Santa Casa da Misericórdia da Horta.

“Até 2025, prevê-se despender perto de 10 milhões de euros com o programa Novos Idosos, sendo que está alocado a esta segunda fase do projeto cerca de cinco milhões de euros”, afirmou o vice-presidente do Governo dos Açores .

Artur Lima lembrou que a primeira fase do projeto experimental começou nos concelhos da Praia da Vitória e de Ponta Delgada, estando a decorrer a “bom ritmo”, com o apoio dos lares Pedro V e Luís Soares de Sousa, localizados na Terceira e São Miguel, respetivamente.

“Neste momento, já estão integrados no programa 73 idosos, estando em fase de conclusão os procedimentos relativos à integração de mais 27 idosos”, detalhou o número dois do executivo açoriano.

No final da cerimónia, aos jornalistas, quando questionado sobre a possibilidade de o programa abranger todo o arquipélago, Artur Lima lembrou que se trata de um projeto piloto, cuja avaliação final vai ser feita pelo Governo Regional, pelas instituições sociais e pela União Europeia.

“Cada idoso tem um plano individual de cuidados. É um programa muito minucioso. Não é só atribuir 948 euros e os idosos ficam em casa sozinhos. É sujeito a ser auditado e fiscalizado. Tem de receber bons cuidados e é sujeito às visitas das equipas locais. É feito com cabeça, troco e membros”, reforçou.

Artur Lima justificou o alargamento do programa a Vila Franca do Campo e Lagoa, em São Miguel, e Horta, no Faial, por aqueles serem os concelhos com a menor taxa efetiva de cobertura de respostas de acolhimento de pessoas idosas.

“O critério é equitativo. É justo. É transparente. Chama-se justiça social”, vincou.
Artur Lima criticou ainda o PS, que na quinta-feira alertou que o programa excluía a maioria da região, acusando os socialistas de um “comportamento absolutamente inaceitável” e de praticarem uma “política de desinformação lesiva dos açorianos”.

“O PS devia ter a decência de pedir desculpa aos micaelenses porque deixaram São Miguel totalmente abandonado na cobertura de resposta a idosos. A taxa recomendada é de quase 4% de cobertura. São Miguel tem apenas 2%. É o legado e herança do PS”, afirmou, aludindo à governação socialista na região (de 1996 a 2020).

As candidaturas à nova fase do programa vão abrir a 3 de abril.

O Novos Idosos baseia-se na atribuição de um apoio mensal, não reembolsável, até ao montante de 948 euros para cada idoso, a que acresce o auxílio prestado por uma equipa técnica local, que desenvolve um plano de intervenção para cada utente. 

O programa Novos Idosos, destinado a apoiar os idosos em casa nos Açores, vai ser estendido aos concelhos da Horta, Vila Franca e Lagoa com a abertura de 150 vagas, anunciou sexta-feira o vice-presidente do Governo Regional.

“Assinámos o despacho de alargamento do programa Novos Idosos aos concelhos de Vila Franca do Campo, Lagoa e Horta, que se juntam à Pr…





Para continuar a ler o artigo torne-se assinante ou inicie sessão.
Pode tornar-se assinante por apenas 7€ por mês.

Contacte-nos através: 292 292 815 ou jornalincentivo@gmail.com.




Outras Notícias
Miguel Albuquerque entrega candidatura à liderança do PSD/Madeira
.
Associação de Municípios do Triângulo na BTL
.
PSD/Madeira quebra coligação com CDS-PP e avança sozinho se houver eleições
.
Padre de Viseu condenado por coação sexual a jovem
.