31 de Janeiro de 2023
Escolas profissionais dos Açores vão receber apoios extraordinários
Lusa

Autor do Artigo
49
Apoios deverão começar a chegar a partir desta semana

As escolas profissionais deverão começar a receber, a partir desta semana, os apoios ao abrigo do mecanismo de financiamento extraordinário articulado pelo Governo dos Açores com a banca, suportando o executivo os encargos decorrentes, foi anunciado.

Os apoios deverão começar a chegar "a partir da próxima semana", afirmou a secretária regional da Juventude, Qualificação Profissional e Emprego, Maria João Carreiro, citada numa nota publicada no "site" oficial do Governo dos Açores, na sequência de uma reunião, na sexta-feira, com as escolas profissionais dos Açores, na ilha Terceira,
Esse mecanismo extraordinário de financiamento das escolas profissionais foi aprovado em Conselho do Governo de 5 de janeiro.

O apoio para financiamento das escolas profissionais vai vigorar até à entrada em vigor do programa Açores 2030, isto é, durante o período de transição entre quadros comunitários, “um processo que coloca as escolas profissionais numa situação de dificuldade acrescida em termos de acesso à sua principal fonte de financiamento das suas atividades”, segundo referiu a secretária regional, citada numa nota publicada no 'site' oficial do Governo dos Açores.

Citada na mesma nota, a governante afirmou que o Programa Operacional (PO) Açores 2030 foi aprovado a 14 de dezembro e está neste momento a decorrer a elaboração dos regulamentos geral e específicos de âmbito nacional, “para que se possa, depois, avançar para a adaptação desses mesmos regulamentos na região e para a sua operacionalização propriamente dita”.

“Só depois de conhecidos o regulamento geral e específicos do PO Açores 2030 é que se podem desenvolver esforços no sentido de procurar obter condições mais favoráveispara o financiamento do ensino profissional na região”, acrescentou Maria João Carreiro.

Ainda de acordo com a mesma nota, a governante garantiu, na reunião, um modelo de financiamento do ensino profissional “mais adequado” à realidade da região.
“Nenhuma decisão sobre o futuro modelo de financiamento do ensino profissional será tomada sem a prévia auscultação das escolas profissionais”, assegurou ainda Maria João Carreiro.

A titular da pasta da Qualificação Profissional e Emprego realçou o “diálogo aberto, construtivo e permanente” entre o executivo açoriano e as escolas profissionais, que “tem permitido encontrar soluções conjuntas no quadro das competências do Governo dos Açores e até ao limite dos recursos da região”.

Maria João Carreiro recordou que o executivo açoriano, face à diminuição do número de alunos no sistema de ensino, revisitou o Regulamento de Gestão Administrativa e Pedagógica de Alunos, para que as penalizações por desistência de formandos passem a acontecer apenas quando a turma fica reduzida a menos de 16 formandos ou a menos de 14 formandos, no caso de a turma incluir formandos com Necessidades Educativas Especiais.

Em 9 de janeiro a Associação de Escolas Profissionais dos Açores (AEPA) exigiu ao Governo Regional uma “clarificação” sobre a estratégia para esta modalidade de ensino na região, pedindo uma “comunicação transparente e eficaz” e alertando para a necessidade de “medidas urgentes”.

Na ocasião, a associação criticou a autoridade gestora do Fundo Social Europeu nos Açores (sob alçada da Secretaria da Juventude, Qualificação Profissional e Emprego), que “determinou a aplicação de regras penalizadoras”, o que “acarretou avultados prejuízos financeiros para as escolas profissionais”.

Em janeiro a escola profissional Aprodaz, com cerca de 90 alunos, decidiu encerrar devido a dificuldades financeiras, tendo um passivo de cerca de 500 mil euros, segundo avançou na altura o jornal Açoriano Oriental. 

As escolas profissionais deverão começar a receber, a partir desta semana, os apoios ao abrigo do mecanismo de financiamento extraordinário articulado pelo Governo dos Açores com a banca, suportando o executivo os encargos decorrentes, foi anunciado.

Os apoios deverão começar a chegar "a partir da próxima semana", afirmou a secret&aacu…





Para continuar a ler o artigo torne-se assinante ou inicie sessão.
Pode tornar-se assinante por apenas 7€ por mês.

Contacte-nos através: 292 292 815 ou jornalincentivo@gmail.com.




Outras Notícias
Quinze viagens canceladas devido à greve entre 8 e 14 de abril
.
Reembolso do Subsídio Social de Mobilidade está normalizado
.
Vasco Cordeiro diz que não será recandidato à liderança do PS/Açores
.
Política colonial portuguesa foi diferente das outras
.