03 de Março de 2023
Igreja Católica não pode esconder tragédia de abuso sexual de menores
Lusa

Autor do Artigo
73

O Papa Francisco sustentou ontem que a Igreja Católica não pode “esconder a tragédia” do abuso sexual de crianças por padres, num vídeo divulgado no portal da Internet Rede Mundial de Oração do Papa.

“A Igreja Católica não pode tentar esconder a tragédia do abuso, independentemente de que tipo seja”, defendeu o Papa no vídeo com a intenção de oração para o mês de março, com o tema “Pelas vítimas de abusos”.

Na rubrica intitulada “reflexão”, o texto publicado naquela página ‘online’ precisa que se trata de “um tema sensível”: “Os abusos dentro da Igreja, sejam eles abusos de consciência, de poder ou sexuais”.

“O abuso de homens e mulheres da Igreja é uma monstruosidade”, afirmou claramente o Papa, apelando: “Rezemos por quantos sofrem por causa do mal cometido por parte de membros da comunidade eclesiástica, para que encontrem na própria Igreja uma resposta concreta às suas dores e ao seu sofrimento”.

O líder da Igreja Católica vai além da intenção da oração mensal sublinhando que “a Igreja é chamada a combater este mal que atinge o centro da sua missão: anunciar o Evangelho aos pequeninos e protegê-los dos lobos vorazes”.

“O objetivo da Igreja será ouvir, tutelar, proteger e tratar os menores abusados, explorados e esquecidos, onde quer que estejam”, disse Francisco.

O Papa tem adotado várias medidas para impedir e punir os abusos sexuais de menores e respetivos encobrimentos, mas os grupos de vítimas continuam a defender que é preciso fazer mais.

O Papa Francisco sustentou ontem que a Igreja Católica não pode “esconder a tragédia” do abuso sexual de crianças por padres, num vídeo divulgado no portal da Internet Rede Mundial de Oração do Papa.

“A Igreja Católica não pode tentar esconder a tragédia do abuso, independentemente de que tipo seja”, defendeu o Papa no vídeo com a intenção de oração para o mês de…





Para continuar a ler o artigo torne-se assinante ou inicie sessão.
Pode tornar-se assinante por apenas 7€ por mês.

Contacte-nos através: 292 292 815 ou jornalincentivo@gmail.com.




Outras Notícias
Política colonial portuguesa foi diferente das outras
.
Polícia Marítima deteta infrações a bordo de embarcações de pesca
.
Açores com guia para facilitar a contratação de cidadãos estrangeiros
.
Marinha resgata sete pessoas a bordo de veleiro a sul do Pico
.