12 de Janeiro de 2023
Promoção das marcas regionais com investimento de 20,6 ME
Lusa

Autor do Artigo
29

A promoção das marcas regionais terá um investimento total de 20,6 milhões de euros, sendo a aposta em mercados que permitam maior crescimento em valor e redução da sazonalidade uma das prioridades turísticas, revelou ontem o Ministério da Economia.

“O Conselho Estratégico para a Promoção Turística (CEPT) discutiu ontem, no Ministério da Economia e Mar, aquelas que são as prioridades estratégicas do setor para 2023 e que deverão ser adotadas na promoção do destino Portugal e dos destinos regionais, contando, para a promoção das marcas regionais, com um investimento total de 20,6 milhões de euros para 2023”, refere o Ministério da Economia e do Mar, num comunicado divulgado ontem.

Uma das prioridades para a promoção turística deste ano será a aposta em mercados “que permitam um maior crescimento em valor e na redução da sazonalidade”, com “particular ênfase nos mercados do Reino Unido, Espanha, Alemanha e França”.

A aposta na promoção turística nacional irá abranger, contudo, também os mercados de longo curso como os EUA, Canadá e Brasil, devido ao “seu crescimento” e à “sua perspetiva de crescimento económico”.

O Ministério da Economia avança ainda que, paralelamente, “a promoção externa irá fomentar a oferta comercial de produtos diferenciados para segmentos mais exigentes, como é o caso do turismo literário, arte contemporânea, arquitetura, surf, gastronomia e enoturismo”.

“Crescer na internacionalização das empresas e nas marcas turísticas, crescer em valor, crescer no interior e crescer na dupla transição, digital e climática, a que se junta, crescer nas qualificações. Sem prejuízo de uma visão nacional, é muito importante dar força às regiões na promoção turística regional, para que possam afirmar os seus ativos turísticos territoriais específicos”, afirma o secretário de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, Nuno Fazenda, em comunicado.

O CEPT é uma estrutura consultiva do Governo para a promoção turística externa e de concertação estratégica, constituída por representantes do Turismo de Portugal, dos Governos Regionais da Madeira e dos Açores, do setor privado, através da Confederação do Turismo de Portugal, das Entidades Regionais de Turismo e das Agências Regionais de Promoção Turística, indica o Governo. 

A promoção das marcas regionais terá um investimento total de 20,6 milhões de euros, sendo a aposta em mercados que permitam maior crescimento em valor e redução da sazonalidade uma das prioridades turísticas, revelou ontem o Ministério da Economia.

“O Conselho Estratégico para a Promoção Turíst…





Para continuar a ler o artigo torne-se assinante ou inicie sessão.


Contacte-nos através: 292 292 815.




Outras Notícias
Gasolina nos Açores baixa 6,9 cêntimos por litro amanhã e gasóleo 6,3 cêntimos
.
Cartilha de Sustentabilidade alargada a todos os setores
.
Caminho do Porto de Pedro Miguel transformado em “avenida”
.
Baixa literacia ligada a pior saúde mental em todo o mundo
.