10 de Novembro de 2022
Realizador francês dá a conhecer música contemporânea portuguesa no Youtube
Lusa

Autor do Artigo
33

Yoann Le Gruiec é fundador do projeto Soundscape filmando artistas contemporâneos portugueses e lusófonos em diferentes cidades lusas de forma a dar a conhecer ao Mundo a música “genial” que se faz em Portugal, mas sem divulgação no estrangeiro.

“Estava muito longe de conhecer este tipo de música portuguesa e fiquei chocado porque achei incrível que esta música com tanta qualidade exista, do kuduro ao folk, ao fado de nova geração, à música eletro e tecno, mas que não seja conhecida”, disse Yoann Le Gruiec, fundador do projeto Soundscape, em declarações à agência Lusa.

Este produtor e realizador francês já conhecia Portugal, mas no final de 2020 acabou por estender uma estadia no país quando estava a filmar um documentário e um novo confinamento foi anunciado em França. Tendo trabalhado no meio do audiovisual em França, tentou fazer a mesma coisa em Portugal, mas viu que havia uma falta de meios para a divulgação dos artistas.

“Tentei perceber porque é que não conhecíamos todos estes artistas portugueses em França, porque achei a música contemporânea em Portugal genial. Perguntei à minha volta e disseram-me que não há indústria musical em Portugal e é por isso que estes artistas não são conhecidos cá fora. Não há estrutura, não há editoras, não há uma força por detrás destes artistas para os promover”, indicou.

Assim, decidiu em janeiro de 2021 criou o canal de Youtube “Soundscape”, onde coloca as atuações de artistas contemporâneos portugueses, dos mais diferentes estilos, associando-os a diferentes cidades portuguesas, e uma entrevista sobre o seu trabalho. O objetivo é levar estes vídeos o mais longe possível e promover estes artistas.

“A ideia é chegar ao maior número de pessoas possível. O nosso canal difunde a cada mês um novo episódio, com um artista diferente, com uma performance filmada e uma entrevista, que também é acompanhada por promoção nas redes sociais”, detalhou o realizador.

Até agora há já vários episódios publicados no Youtube, com atuações de Surma, Shaka Lion, Scúru Fitchádu, DJ Danifox, 2JACK4U e Fado Bicha. O próximo é com o grupo Criatura, tendo como pano de fundo o Fundão. Cada episódio passa-se numa cidade diferente, já que os territórios de onde estes músicos vêm transformam-se em inspiração para as suas obras.

“Para mim, a música pertence a um determinado território no sentido em que pode ser contado por essa música. Portanto artistas que vêm do Barreiro, de Leiria ou da Nazaré não contam as mesmas coisas nas suas músicas e eu achava que era importante que cada vídeo acontecesse num local diferente por isso mesmo”, detalhou Yoann Le Gruiec.

Desde o final de 2021 que o projeto Soundscape foi apoiado pelo Instituto Francês, no âmbito da Temporada Cruzada França-Portugal, tendo recebido depois o apoio do Turismo de Portugal e estando agora à procura de parcerias com diferentes autarquias em Portugal, mantendo uma linha editorial independente quanto à escolha dos artistas.

Yoann Le Gruiec é fundador do projeto Soundscape filmando artistas contemporâneos portugueses e lusófonos em diferentes cidades lusas de forma a dar a conhecer ao Mundo a música “genial” que se faz em Portugal, mas sem divulgação no estrangeiro.

“Estava muito longe de conhecer este tipo de música portuguesa e fiquei choca…





Para continuar a ler o artigo torne-se assinante ou inicie sessão.


Contacte-nos através: 292 292 815.




Outras Notícias
Deputado independente quer verificação do apoio à natalidade
.
Empresas de transformação e comercialização de produtos agrícolas nos Açores com acesso a 8,5 ME
.
Médico açoriano detido por abuso sexual de menores
.
Carlos Ferreira defende mais voos e lugares para o Faial
.