07 de Novembro de 2022
Esperado aumento de eventos meteorológicos extremos no arquipélago dos Açores
INCENTIVO

Autor do Artigo
49

Um novo estudo, intitulado ‘Climate Change and the Increase of Extreme Events in Azores’ (‘Alterações Climáticas e o Aumento de Eventos Extremos nos Açores’), veio revelar que as mais recentes previsões sobre a situação meteorológica no arquipélago apontam para um “aumento de eventos extremos na região dos Açores”.
Segundo uma nota publicada no site do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), onde é feita uma breve apresentação deste artigo científico realizado com a co-autoria de técnicos do referido instituto meteorológico, em causa está uma conclusão que deriva de modelos climáticos que apontam, ainda, para um “aumento da temperatura do ar” e para a “diminuição da quantidade de precipitação”.
“Por exemplo e, no cenário mais pessimista do forçamento radiativo, estima-se até ao final de 2100 o aumento dos períodos de seca em 4,8 dias/ano, dos eventos de precipitação forte em 1.4 dias/por ano e do número de noites tropicais em cerca de 101 noites/ano”, pode ler-se na nota do IPMA.
Em causa está um fenómeno que pode ser explicado pela intensificação do anticiclone subtropical do Atlântico Norte na região dos Açores, especialmente a oeste das Ilhas Britânicas.
Como explica ainda o artigo, a atmosfera da região “já não é a mesma: desde setembro de 2016 que a concentração de fundo do CO2 na atmosfera dos Açores tem sido sempre superior a 400 ppm(v)”. 

Um novo estudo, intitulado ‘Climate Change and the Increase of Extreme Events in Azores’ (‘Alterações Climáticas e o Aumento de Eventos Extremos nos Açores’), veio revelar que as mais recentes previsões sobre a situação meteorológica no arquipélago apontam para um “aumento de eventos extremos na regi&at…





Para continuar a ler o artigo torne-se assinante ou inicie sessão.


Contacte-nos através: 292 292 815.




Outras Notícias
Cerca de metade dos estudantes estrangeiros procura bacharelato ou licenciatura
.
Empresas de transformação e comercialização de produtos agrícolas nos Açores com acesso a 8,5 ME
.
Alienação da Azores Airlines com caderno de encargos “amigo do mercado”
.
Municípios dos Açores vão receber uma participação da receita do IVA
.