27 de Outubro de 2022
Hospital da Horta regulariza contratos individuais de trabalho
INCENTIVO

Autor do Artigo
42

Na sequência do comunicado emitido pelo Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública e de Entidades com Fins Públicos (SINTAP), no passado dia 24 de outubro, o Hospital da Horta emitiu um comunicado com alguns esclarecimentos sobre o assunto da regularização dos contratos individuais de trabalho (CIT).

“O Hospital da Horta viu com estranheza a informação veiculada no comunicado mencionado uma vez que não foi contatado por esta estrutura sindical no sentido de inteirar-se sobre a atual situação” naquela unidade de saúde.

O comunicado acrescenta que o Hospital da Horta procedeu, no presente mês de outubro, à regularização da situação dos CIT daquela a unidade hospitalar.

Foram reposicionados os seus colaboradores nestas circunstâncias com referência a 2021, “o que demonstra que é o hospital com o processo mais avançado pois o reposicionamento que aconteceu no hospital da ilha Terceira, referido no comunicado, foi feito até ao ano de 2019”.

Neste momento, falta apenas efetuar o acerto relativamente aos retroativos.

O conselho de administração do Hospital da Horta garante que é falsa a referência do comunicado do (SINTAP) que diz que este hospital não procedeu à regularização e pagamento das progressões devidas aos trabalhadores com contratos individuais de trabalho.

Na sequência do comunicado emitido pelo Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública e de Entidades com Fins Públicos (SINTAP), no passado dia 24 de outubro, o Hospital da Horta emitiu um comunicado com alguns esclarecimentos sobre o assunto da regularização dos contratos individuais de trabalho (CIT).

“O Hospital da Horta vi…





Para continuar a ler o artigo torne-se assinante ou inicie sessão.


Contacte-nos através: 292 292 815.




Outras Notícias
Uma morte e 74 novos casos na última semana
.
Deputado independente quer verificação do apoio à natalidade
.
Governo dos Açores quer “envolvimento ativo” dos 19 municípios da região
.
Plano para 2023 aprovado com votos contra de PS e BE
.