26 de Outubro de 2022
Apoios à saúde reforçados com o Programa ABEM
INCENTIVO

Autor do Artigo
43

Entrou esta semana em vigor o Programa ABEM: Rede Solidária do Medicamento, da Associação Dignitude.

“Tendo o Município da Horta como objetivos de intervenção a inclusão social, a promoção da igualdade de oportunidades e a promoção do acesso aos cuidados de saúde, de toda a sua população, de modo particular a mais carenciada e vulnerável, apresentamos o Programa ABEM: Rede Solidária do Medicamento”, anunciou a Vereadora da Câmara Municipal da Horta.

Maria Antónia Dutra destaca que “este programa tem por missão garantir que todas as pessoas que se encontram em situação de carência económica tenham acesso aos medicamentos comparticipados pelo Serviço Nacional de Saúde que lhes sejam prescritos por receita médica”.

Podem beneficiar do programa ABEM todos os agregados familiares cujo rendimento mensal seja inferior  a 50% do Indexante dos Apoios Sociais.

“A Câmara Municipal da Horta constituiu uma parceria com esta Associação, de modo a rentabilizar os recursos existentes, através da celebração de Protocolo de Colaboração, sendo que o Município suporta o contributo solidário no valor de € 135,00 anuais por cada beneficiário, e o remanescente, caso exista, será assegurado pelo Fundo Solidário ABEM.”

Neste sentido, é dado a cada beneficiário um cartão, o cartão ABEM, que pode ser utilizado em qualquer farmácia aderente à iniciativa em território nacional, sendo que no Faial aderiram à iniciativa as 3 farmácias locais.

“As candidaturas poderão ser efetuadas, a partir de agora, no Serviço de Ação Social do Município”, revelou a Vereadora responsável pela área da ação social na sessão de abertura da formação “Ser feliz a cuidar”, direcionada a técnicos e direção dos Centros de Dia e Casas do Povo do concelho.

“No âmbito das comemorações do mês do idoso, a Câmara Municipal da Horta desenvolveu várias iniciativas com objetivo de promover o envelhecimento ativo e a melhoria da qualidade de vida e bem-estar da comunidade sénior”, frisou, acrescentando que esta formação e o workshop “Nunca é tarde demais”, ambos lecionados pelo animador Ângelo Valente, “revestem-se de particular importância porque enfocam, valorizam e prestigiam o trabalho que realizaram no passado e no presente os seus saberes e memórias, para além de reconhecerem que a população sénior constitui um pilar fundamental nas estruturas familiares. Desta forma, não podem sentir-se inúteis, isolados e descartáveis, mas antes, amados, incluídos e fundamentais para a comunidade”, concluiu.

Entrou esta semana em vigor o Programa ABEM: Rede Solidária do Medicamento, da Associação Dignitude.

“Tendo o Município da Horta como objetivos de intervenção a inclusão social, a promoção da igualdade de oportunidades e a promoção do acesso aos cuidados de saúde, de toda a sua populaç&atild…





Para continuar a ler o artigo torne-se assinante ou inicie sessão.


Contacte-nos através: 292 292 815.




Outras Notícias
Programa natalício da cidade da Horta arranca mais cedo este ano
.
Governo dos Açores quer “envolvimento ativo” dos 19 municípios da região
.
Uma morte e 74 novos casos na última semana
.
Pavilhão de Portugal na Bienal de Veneza obtém “número notável” de 67 mil visitantes
.