25 de Outubro de 2022
Disponíveis artigos do Instituto de Estudos Internacionais
Lusa

Autor do Artigo
39

Cerca de 3 mil artigos do acervo do Instituto de Estudos Estratégicos e Internacionais (IEEI), antes praticamente inacessíveis, estão agora disponíveis ‘online’, graças a uma iniciativa do Centro Nacional de Cultura para colocar património intelectual à disposição de investigadores.

O fundador e ex-diretor do IEEI, Álvaro Vasconcelos, disse à Lusa que o acervo documental do IEEI inclui artigos de alguns dos mais importantes investigadores, políticos e diplomatas portugueses, desempenhando um importante papel no estudo das relações internacionais.

Vasconcelos destaca que “a questão atual da Guerra do Iraque e as posições europeias sobre a guerra e a crítica da intervenção da América na guerra teve uma forte presença nos trabalhos do IEEI”.

“A plataforma tem vários textos sobre a guerra do Iraque, assim como contra a guerra da Rússia – dado que é a violação da soberania do Estado e o desrespeito total da ordem eleitoral – quer do [ex presidente norte-americano George W.] Bush quer do [presidente russo Vladimir] Putin”, salienta Vasconcelos.

Estão disponíveis documentos que se relacionam com a guerra na Ucrânia, afirma Vasconcelos, além de vários textos sobre a ordem internacional pós-Guerra Fria.

Fundado em 1980 e ativo até 2012, o IEEI produziu estudos, análises e livros sobre temas como os sistemas de política internacional, da inserção de Portugal na União Europeia ou Guerra Fria.

Em particular, Vasconcelos recomenda um texto do antigo presidente Jorge Sampaio, que explica a importância de defender a ordem internacional, resultante de uma participação na conferência do IEEI, em que tomou de forma clara uma posição contra a guerra.

Foram já recuperados e publicados cerca de três mil textos, de diversos autores nacionais e internacionais, incluindo Eduardo Lourenço, filósofo e vencedor do prémio Camões em 1996.

O IEEI foi durante vários anos o responsável pela organização das Conferências Internacionais de Lisboa, que acolheram debates das questões de política externa internacional.

O acervo, afirma Vasconcelos, terá conteúdo que aborda “os problemas de integração europeia, desde antes da ação de Portugal até às diferentes crises, tudo em relação às tentativas de construção de uma união política europeia, quer do ponto de vista da política externa, democrática e de segurança”.

Em vésperas da segunda volta das eleições no Brasil, estão já em destaque no Centro de Documentação do IEEI (e-Cultura.pt/ieei) textos sobre as relações entre a Europa e o Brasil e a relação entre a Europa e o Mercosul.

O projeto de revitalização do acervo em desaparecimento teve o apoio do Ministério da Defesa na recolha do material.

Cerca de 3 mil artigos do acervo do Instituto de Estudos Estratégicos e Internacionais (IEEI), antes praticamente inacessíveis, estão agora disponíveis ‘online’, graças a uma iniciativa do Centro Nacional de Cultura para colocar património intelectual à disposição de investigadores.

O fundador e ex-diretor do IEE…





Para continuar a ler o artigo torne-se assinante ou inicie sessão.


Contacte-nos através: 292 292 815.




Outras Notícias
Quatro projetos açorianos na final do Prémio de Boas Práticas em Saúde
.
Horta e New Bedford estreitam laços de geminação
.
Governo dos Açores cria comissão para avaliar transporte de carga aérea e necessidade de cargueiro
.
Plano para 2023 aprovado com votos contra de PS e BE
.