07 de Outubro de 2022
Marinas açorianas estão no limite da capacidade
Lusa

Autor do Artigo
36
Portos dos Açores prevê “sobrelotação” em 2023

O presidente da empresa Portos dos Açores, responsável pela gestão portuária na região, alertou ontem que todas as marinas do arquipélago estão “no limite” da sua capacidade, prevendo uma “sobrelotação” no próximo ano.

“As nossas marinas estão neste momento no limite da capacidade daquilo que conseguimos dar”, afirmou Rui Terra, em Ponta Delgada, na cerimónia do centésimo aniversário da administração portuária no arquipélago.

Salientando que os equipamentos de recreio marítimo da região “estão na moda”, Rui Terra avançou que a “sobrepressão” sentida durante este ano nas marinas dos Açores vai motivar uma “reflexão” interna na empresa.

“Temos de começar a pensar no futuro e em como podemos dar outras respostas a esta comunidade. A tendência, a manter-se para o ano, deixará o arquipélago sobrelotado e todos os nossos equipamentos em todas as ilhas sobrecapacitados”, vincou.

Rui Terra destacou que foram batidos “recordes” ao nível da estadia e do número de tripulações de náutica de recreio nas marinas e no número de carga movimentada nos portos da região.

“Neste momento, temos o melhor indicador de sempre ao nível da operação portuária. Também ao nível da movimentação de carga, temos o melhor indicador de sempre. Isso reflete-se ao nível da carga contentorizada”, afirmou.

O presidente da Portos dos Açores realçou que o número de escalas de cruzeiros na região deverá chegar aos 217 até ao final do ano, o “maior número de sempre” no arquipélago.

Rui Terra ressalvou que a empresa realiza uma “comunicação dirigida” aos cruzeiros de expedição, que trazem turistas que “procuram a natureza” e são uma “mais-valia” em relação a outro tipo de cruzeiros.

“Os cruzeiros atualmente são talvez o segmento marítimo mais regulado ao nível da comunidade europeia e nacional, com pressão para descarbonizar e pressão para separar lixo e reciclar (…). Já não temos os cruzeiros antigos”, destacou.

A Portos dos Açores encerrou ontem, após um ano, um conjunto de cerimónias que celebrou o centésimo aniversário da administração portuária na região, lembrando o decreto nacional de 1921, que atribuiu responsabilidades à então Junta Autónoma do Porto Artificial de Ponta Delgada.

A ???????Portos dos Açores gere 21 infraestruturas portuárias em todas as ilhas do arquipélago: 14 portos e sete marinas ou núcleos de recreio náutico. 

O presidente da empresa Portos dos Açores, responsável pela gestão portuária na região, alertou ontem que todas as marinas do arquipélago estão “no limite” da sua capacidade, prevendo uma “sobrelotação” no próximo ano.

“As nossas marinas estão neste momento no limite da capacida…





Para continuar a ler o artigo torne-se assinante ou inicie sessão.


Contacte-nos através: 292 292 815.




Outras Notícias
Aviso amarelo por causa de chuva forte e vento
.
Câmara aprova orçamento para 2023 em reunião secreta
.
Deputado independente quer verificação do apoio à natalidade
.
Programa natalício da cidade da Horta arranca mais cedo este ano
.