12 de Setembro de 2022
Governo atribui à IP competência para promover atividades na área dos cabos submarinos
Lusa

Autor do Artigo
38

O Conselho de Ministros (CM) aprovou sexta-feira o decreto-lei que atribui à Infraestruturas de Portugal (IP) as competências para promover, em regime de concessão, atividades relacionadas com o sistema de cabos submarinos de comunicações eletrónicas.

“Foi aprovado, em redação final, o decreto-lei que atribui à Infraestruturas de Portugal competências para promover, em regime de concessão, as atividades conexas com o sistema de cabos submarinos de comunicações eletrónicas entre o continente e as Regiões Autónomas”, pode ler-se no comunicado divulgado hoje pelo CM.

Na nota, a tutela acrescenta que o objetivo é que se possa “prosseguir com o processo de substituição do sistema de cabos submarinos procurando potenciar a sua utilização através da agregação de novas funcionalidades e serviços”.

Há uma semana, o Conselho de Ministros tinha aprovado o diploma que altera os estatutos da IP para que lhe pudesse ser atribuída essa competência.

Na ocasião, fonte oficial do Ministério das Infraestruturas e da Habitação explicou que, a partir de agora, “passa a fazer parte do objeto social da IP a conceção, construção e operação de cabos submarinos.

O Conselho de Ministros (CM) aprovou sexta-feira o decreto-lei que atribui à Infraestruturas de Portugal (IP) as competências para promover, em regime de concessão, atividades relacionadas com o sistema de cabos submarinos de comunicações eletrónicas.

“Foi aprovado, em redação final, o decreto-lei que atribui à Infraest…





Para continuar a ler o artigo torne-se assinante ou inicie sessão.


Contacte-nos através: 292 292 815.




Outras Notícias
Empresários e municípios contra taxa turística
.
PSD nega degradação das contas públicas da região
.
Portos dos Açores abre concurso para recuperar locomotiva do século XIX
.
Investimento municipal na Semana do Mar ascendeu, este ano, a 375 mil euros
.