09 de Setembro de 2022
Sindicato alerta para falta de meios humanos e recursos na Polícia
Lusa

Autor do Artigo
37
Circular o menos possível é a ordem

O Sindicato Independente dos Agentes de Polícia (SIAP) alertou ontem para a falta de meios humanos e recursos nos Açores, exemplificando com a situação da esquadra de Angra do Heroísmo, que está “sem viaturas”.

“A falta de verba para a manutenção das viaturas, ainda por desbloquear, leva a que a maior parte das esquadras da região não tenham veículos para se deslocar em serviço, comprometendo assim a segurança dos cidadãos e a celeridade com que se responde às queixas apresentadas na esquadra e pedidos de auxílio”, denuncia o sindicato, num comunicado de imprensa.

“Circular o mínimo possível. São estas as ordens que a polícia da Região Autónoma dos Açores tem de cumprir”, refere o sindicato.

O SIAP assinala o caso da esquadra de Angra do Heroísmo, na Terceira, e ainda a situação da esquadra de investigação criminal, que tem “apenas com duas viaturas aptas a circular”, enquanto a “esquadra dos Biscoitos” está “sem quaisquer viaturas”.

“Os polícias não têm recursos para trabalhar. O gás pimenta, não existe para todos os elementos e as falhas no papel para as impressoras e ‘toner’, são constantes”, aponta ainda o sindicato.

Outra das lacunas reveladas pelo SIAP é “a falta de meios e de polícias”, com alegadas implicações também na “resposta aos programas de proximidade como a Escola Segura e o Programa Idosos em Segurança”.

“A esquadra dos Biscoitos continua a funcionar, nos turnos noturnos, apenas com um elemento ao serviço. Já a de Angra conta apenas com cinco chefes, estando dois com horário adaptado, em função da idade”, refere o sindicato.

Ainda de acordo com o SIAP, “o efetivo da esquadra de Angra conta apenas com 31 elementos e, em breve, serão mobilizados para a pré-reforma mais 10 elementos”.

O SIAP considera que devem ser tomadas medidas “urgentes” para que “a polícia consiga dar resposta às necessidades da comunidade local” e reitera a necessidade de colocação de mais efetivos.

O Sindicato Independente dos Agentes de Polícia (SIAP) alertou ontem para a falta de meios humanos e recursos nos Açores, exemplificando com a situação da esquadra de Angra do Heroísmo, que está “sem viaturas”.

“A falta de verba para a manutenção das viaturas, ainda por desbloquear, leva a que a maior parte das es…





Para continuar a ler o artigo torne-se assinante ou inicie sessão.


Contacte-nos através: 292 292 815.




Outras Notícias
Antigo deputado eleito presidente da Assembleia Municipal de Ponta Delgada
.
Gasolina desceu 1,4 cêntimos e gasóleo subiu 3,4 cêntimos nos Açores
.
Ajudas à banca entre 2008 e 2021 geram saldo negativo de 22.049 ME
.
Mediana das rendas cresceu 8,6% no segundo trimestre face ao período homólogo
.