11 de Agosto de 2022
Chega diz que Governo dos Açores “tem de começar a mostrar serviço”
Lusa

Autor do Artigo
40
Queijaria O Morro está com um processo de ampliação há oito meses parado

O deputado regional do Chega considerou esta terça-feira que o Governo dos Açores “tem de começar a mostrar serviço”, pedindo “consequências” pela “falta de resposta” do executivo aos empresários, o que faz com que existam vários projetos “parados”.

Depois de uma visita à Queijaria O Morro, na freguesia de Castelo Branco, José Pacheco referiu que esta está com o processo de ampliação “há oito meses parado na Secretaria Regional da Agricultura”, pedindo “consequências destes atrasos nos projetos”.

“Alguém tem de ir para a rua. E não é apenas este projeto que não tem resposta. Temos queixas em todas as ilhas de projetos que estão parados por todos os Açores”, afirma o deputado regional do Chega, partido que também suporta o executivo açoriano.

O parlamentar do Chega argumenta que o atual Governo dos Açores “veio para dar novas respostas” e não para manter o que existia no “passado”.

“O Governo Regional ou resolve estas situações ou ponha-se na rua”, lê-se na nota de imprensa.

José Pacheco salienta que para o Chega o “motor da economia” são os “empresários”, criticando quem coloca “dinheiro em negócios falidos cujos gestores são dos partidos políticos do sistema”.

A 6 abril, o deputado do Chega/Açores, José Pacheco, revelou que “acabou” o apoio do partido ao Governo Regional, adiantando que pretende reprovar o próximo Orçamento da região (que vai ser discutido no final do ano), porque “continua sem ter eco das propostas” apresentadas para viabilizar o Orçamento Regional de 2022, como o caso das viaturas para as corporações de bombeiros. 

O deputado regional do Chega considerou esta terça-feira que o Governo dos Açores “tem de começar a mostrar serviço”, pedindo “consequências” pela “falta de resposta” do executivo aos empresários, o que faz com que existam vários projetos “parados”.

Depois de uma visita à Queijaria …





Para continuar a ler o artigo torne-se assinante ou inicie sessão.


Contacte-nos através: 292 292 815.




Outras Notícias
Paróquias açorianas em situação “difícil” depois da pandemia
.
Empresários e municípios contra taxa turística
.
Treinador Miguel Afonso suspenso preventivamente pela Federação Portuguesa
.
Gasolina desceu 1,4 cêntimos e gasóleo subiu 3,4 cêntimos nos Açores
.