10 de Agosto de 2022
Debatida estratégia regional da leitura com editores e livreiros
Portal do Governo

Autor do Artigo
35

A Secretária Regional da Educação e dos Assuntos Culturais, Sofia Ribeiro, convidou editores e livreiros açorianos para debater e redefinir a estratégia regional da leitura.

De acordo com a governante, há necessidade de “construção e redefinição de uma estratégia de promoção da leitura, nos Açores, dos autores e também dos editores e livreiros”.

Na reunião, tida na última sexta-feira, onde participaram as editoras açorianas Ver Açor, Letras Lavadas e Companhia das Ilhas, foi discutida a participação da região na Feira do Livro de Lisboa.

Segundo a titular da pasta dos Assuntos Culturais, os editores já tinham feito chegar à tutela o seu “desagrado” com o “retorno” e com a “eficácia do investimento”, obtidos através da Feira do Livro de Lisboa.

Sofia Ribeiro revelou que, para a participação no evento, “a região tem feito um investimento a fundo perdido”, que nos últimos quatros anos totalizou “cerca de 100 mil euros”, quando “todos os editores açorianos juntos” apenas conseguiram “ter uma recuperação na ordem dos 20 mil euros”.

De acordo com a governante, há uma necessidade de fazer a “preparação da participação nestas feiras mais antecipada” e que “envolva, desde o seu início, os editores e livreiros, algo que não estava a acontecer”.

A secretária regional afirmou que os editores “ficaram de entregar um documento-síntese das suas pretensões”, ficando o compromisso paras com os editores de, “muito em breve”, começarem a “preparar a participação no próximo evento”.

Para a promoção da leitura ficou definido que esta “tem que ser desenvolvida em diversas áreas”, como “na literatura, na imprensa, a nível dos livros técnicos, promocionais e científicos”.

“Há que fazer toda uma restruturação de redefinição do programa Ler Açores para que possa, não somente abranger estas áreas, mas que ele possa também ser mais eficaz”, mencionou Sofia Ribeiro, explicando que existiam “subestruturas que não estavam devidamente articuladas”.

A governante explicou ainda a necessidade de fazer “a redefinição do Plano Regional de Leitura”, articulada “com a rede regional das bibliotecas escolares, envolvendo as bibliotecas públicas e as bibliotecas municipais, “numa articulação, de forma que não se criem apenas eventos isolados, mas uma estratégia regional de promoção da leitura”.

A Secretária Regional da Educação e dos Assuntos Culturais, Sofia Ribeiro, convidou editores e livreiros açorianos para debater e redefinir a estratégia regional da leitura.

De acordo com a governante, há necessidade de “construção e redefinição de uma estratégia de promoção da leitura, nos …





Para continuar a ler o artigo torne-se assinante ou inicie sessão.


Contacte-nos através: 292 292 815.




Outras Notícias
Professores celebram amanhã o seu dia no Faial
.
Clube de Ténis do Faial fez 43 anos
.
Estados-membros podem restringir acesso de pesqueiros até 12 milhas
.
Paróquias açorianas em situação “difícil” depois da pandemia
.