28 de Julho de 2022
Empréstimos aos particulares com novo mínimo histórico de incumprimento em junho
Lusa

Autor do Artigo
29

O ‘stock’ de empréstimos aos particulares para habitação e consumo atingiu em junho 99.200 e 20.300 milhões de euros, respetivamente, mais 4,8% e 5,5% em termos homólogos, registando um novo mínimo histórico de incumprimento.

Segundo dados divulgados ontem pelo Banco de Portugal (BdP), “em junho de 2022, 1,1% do ‘stock’ total de empréstimos dos bancos aos particulares estava em incumprimento, o que corresponde a um novo mínimo histórico”.

“Para esta diminuição contribuiu, maioritariamente, a redução do rácio de incumprimento dos empréstimos ao consumo e outros fins, de 4,3% em maio para 3,5% em junho, justificada, essencialmente, por empréstimos abatidos ao ativo dos bancos”, explica.

Quanto ao ‘stock’ de crédito às empresas, no final de junho, o montante total era de 77.300 milhões de euros, mais 2,9% em relação a junho de 2021, interrompendo um período de quatro meses de desaceleração.

De acordo com o BdP, “este movimento é justificado, em grande medida, pelos empréstimos concedidos às micro e médias empresas e pelos setores das indústrias transformadoras, comércio e atividades imobiliárias”.

Quanto aos depósitos, no final de junho os particulares tinham depositado nos bancos residentes 180.400 milhões de euros, mais 6,8% face a junho de 2021. Já as empresas tinham 63.700 milhões de euros em depósitos, um aumento homólogo de 11,7%.

O banco central nota que “estes depósitos continuaram a crescer a taxas robustas e superiores às da área euro”.

O ‘stock’ de empréstimos aos particulares para habitação e consumo atingiu em junho 99.200 e 20.300 milhões de euros, respetivamente, mais 4,8% e 5,5% em termos homólogos, registando um novo mínimo histórico de incumprimento.

Segundo dados divulgados ontem pelo Banco de Portugal (BdP), “em junho de 2022, 1,1% do &lsqu…





Para continuar a ler o artigo torne-se assinante ou inicie sessão.


Contacte-nos através: 292 292 815.




Outras Notícias
Líder do PS diz que défice da região é o “pior de sempre”
.
Sónia Santos substitui Hugo Pacheco na administração da ERSARA
.
Riscos associados às alterações climáticas agravaram doenças infeciosas nos humanos
.
Cães vadios matam bovinos em São Miguel
.