27 de Julho de 2022
Bolieiro diz que combate à inflação foi feito por “antecipação” nos Açores
Lusa

Autor do Artigo
36
Executivo “disponível para intervir de novo no ISP”

O presidente do Governo dos Açores, José Manuel Bolieiro, afirmou ontem que as medidas de combate à inflação foram implementadas na região por “antecipação”, defendendo que a tendência inflacionista está “perfeitamente controlada” devido às políticas do executivo.

Em declarações aos jornalistas no dia seguinte à reunião do Conselho Permanente de Concertação Social do Conselho Económico e Social dos Açores (CESA), onde foram discutidas medidas para mitigar a inflação, Bolieiro realçou que a inflação no arquipélago “é mais baixa do que no continente”.

“Medidas que, aliás, ainda na segunda-feira, na concertação social, foram reconhecidas como muito importantes para estabilizar a inflação. Foram assumidas nos Açores por antecipação com a melhoria do rendimento disponível das famílias e trabalhadores”, afirmou, depois de uma visita a uma unidade hoteleira em Ponta Delgada.

No fim daquela reunião do CESA, o Governo dos Açores revelou que vai “estudar um aumento da remuneração complementar” da função pública e voltar a mexer no Imposto sobre os Produtos Petrolíferos (ISP) para “atenuar os custos” dos combustíveis, com reflexos “já em agosto”.

Ontem, Bolieiro realçou que o ISP nos Açores “é há muito tempo mais baixo do que em todo o país” e lembrou que no Orçamento deste ano, atualmente em vigor, os complementos regionais aos rendimentos foram reforçados em 5%, quando a estimativa para a inflação se situava nos 1%.

“Se verificarmos, à data de hoje, a tendência da síntese da inflação durante estes primeiros seis meses está perfeitamente controlada com o que já tomamos de medidas”, declarou.

O presidente do Governo Regional acrescentou que o executivo está a “reforçar as medidas” para aumentar o apoio aos “empregadores e trabalhadores”.

“Não estamos atrasados. Fomos adiantados e estamos a acompanhar (…). Se há quem pense que este governo corre atras do prejuízo, está enganado. Nós antecipamos soluções para tendências que vislumbramos”, reforçou.

Após a reunião da concertação social, o executivo de coligação disse estar a ponderar, também, uma “reanálise aos projetos já aprovados” no âmbito do programa Competir + para “acomodar aumentos de custos”, disse aos jornalistas Duarte Freitas, secretário regional das Finanças , Planeamento e Administração Pública dos Açores.

O presidente do Governo dos Açores, José Manuel Bolieiro, afirmou ontem que as medidas de combate à inflação foram implementadas na região por “antecipação”, defendendo que a tendência inflacionista está “perfeitamente controlada” devido às políticas do executivo.

Em declara&cce…





Para continuar a ler o artigo torne-se assinante ou inicie sessão.


Contacte-nos através: 292 292 815.




Outras Notícias
Portugal era o oitavo país da UE com mais bombeiros profissionais em 2021
.
Câmara e Junta de Freguesia dos Cedros acordam intervenção na Canada da Tirana
.
Turistas de cruzeiro gastam em Lisboa média de 82 euros por pessoa
.
Notas da 2.º fase dos exames melhoram mas Matemáticas descem e ficam com média negativa
.