14 de Junho de 2022
CTT garantem estar a reforçar proximidade nos Açores
Lusa

Autor do Artigo
65
Empresa abre novos pontos em juntas de freguesia

Os CTT – Correios de Portugal garantiram que estão “a reforçar a proximidade” nos Açores, sem encerrar qualquer das suas lojas e abrindo novos pontos em juntas de freguesia.


Em comunicado, a empresa destacou que a Rede Integrada de Apoio ao Cidadão (RIAC), gerida pelo Governo Regional dos Açores, “decidiu não continuar a prestar os serviços dos 11 postos de correio ali instalados”, levando a que “os CTT tenham tido que encetar um conjunto de iniciativas para encontrar alternativas”.


“Os CTT estão a reforçar a proximidade na Região Autónoma dos Açores, não encerrando qualquer das suas Lojas e abrindo novos pontos CTT, em juntas de freguesia, com o acordo destas”, refere a nota de imprensa.


O esclarecimento surgiu depois de, na quinta-feira passada, o secretário regional das Finanças, Planeamento e Administração Pública dos Açores, Duarte Freitas, ter dito que os CTT estão a prestar um “serviço deficitário” na região, em muitos casos, sem cumprir os “requisitos mínimos”.


“Todos sabemos que há um serviço deficitários e deficiente por parte dos CTT nos Açores”, apontou o governante, ouvido pela Comissão de Economia da Assembleia Legislativa Regional, notando que “os CTT não estão a cumprir os requisitos mínimos para o serviço que deviam prestar”.


Os CTT dizem não poder “deixar de estranhar e de lamentar as declarações, até porque este plano de deslocalização dos Pontos CTT em instalações da RIAC - que será concluído até ao final do ano - é conduzido pelas equipas da própria RIAC, gerida pelo Governo Regional, em conjunto com as das Juntas de Freguesia e dos CTT”.


Desta forma, pretende garantir-se “a transferência de serviços sem qualquer perturbação operacional, em benefício da qualidade na prestação de serviços aos clientes”.


A empresa acrescenta que “os Pontos CTT que até agora funcionaram na RIAC serão transferidos para instalações das Juntas de Freguesia, mas mantendo os CTT os direitos e continuando, direta e pessoalmente, sujeitos às obrigações da Concessão do Serviço Postal Universal que lhes está atribuída”.


“Isto, com vantagens para os açorianos, que continuam a usufruir de todos os serviços anteriormente prestados na RIAC, agora em horário mais alargado, pois as atuais seis horas diárias de serviços prestados na RIAC, vão passar para sete horas diárias em juntas de freguesia, o que incrementa a janela semanal de prestação de serviço em cinco horas, no mínimo”, sustenta.


“Pode o Governo Regional dos Açores, e os açorianos, continuar a contar com a presença, cada vez mais próxima dos CTT nos Açores, incluindo com mais investimento, designadamente nas áreas da sustentabilidade e ambiente, através do reforço da frota elétrica na Região, a anunciar oportunamente”, sublinha

Os CTT – Correios de Portugal garantiram que estão “a reforçar a proximidade” nos Açores, sem encerrar qualquer das suas lojas e abrindo novos pontos em juntas de freguesia.


Em comunicado, a empresa destacou que a Rede Integrada de Apoio ao Cidadão (RIAC), gerida pelo Governo Regional dos Açores, “decidiu não contin…





Para continuar a ler o artigo torne-se assinante ou inicie sessão.


Contacte-nos através: 292 292 815.




Outras Notícias
Governo disponibiliza 1,5 ME para pescas enfrentarem aumento de combustíveis
.
Apreendidos 188 quilos de pescado na Reserva das Formigas
.
Cimeira de exploradores GLEX vai ter sessão no vulcão dos Capelinhos
.
Açores registaram menos casos ativos na semana passada
.