14 de Junho de 2022
Incidência muito elevada da covid-19 sem tendência crescente
Lusa

Autor do Artigo
29

A covid-19 mantém em Portugal uma incidência muito elevada mas já sem tendência crescente como nas últimas semanas, indica o relatório semanal sobre a evolução da doença, que recomenda o reforço das medidas de proteção individual.

No documento da Direção-Geral da Saúde (DGS) e do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), divulgado na semana passada, duas frases resumem a situação actual da covid-19 no país: “transmissibilidade muito elevada com tendência decrescente” e “gravidade e impacto reduzidos com tendência crescente”.

Além da “inversão da tendência crescente” da incidência as autoridades de saúde notam que também os internamentos “apresentam um abrandamento da tendência crescente”. Mas salientam também que a mortalidade específica por covid-19 “mantém uma tendência crescente”, e acrescentam que o impacto na mortalidade geral se mantém reduzido.

A covid-19 mantém em Portugal uma incidência muito elevada mas já sem tendência crescente como nas últimas semanas, indica o relatório semanal sobre a evolução da doença, que recomenda o reforço das medidas de proteção individual.

No documento da Direção-Geral da Saúde (DGS) e do Insti…





Para continuar a ler o artigo torne-se assinante ou inicie sessão.


Contacte-nos através: 292 292 815.




Outras Notícias
Moção dos Açores defende revisão constitucional
.
Lançado concurso para obras em Porto Pim
.
Governo disponibiliza 1,5 ME para pescas enfrentarem aumento de combustíveis
.
Centro de Oncologia ultrapassa número de rastreios do período pré-pandemia
.