12 de Maio de 2022
São Jorge sem sismos sentidos nas últimas horas
Lusa

Autor do Artigo
29

O Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA) informou ontem que a atividade sísmica continua “acima do normal” na ilha de São Jorge, mas não houve nenhum sismo sentido nas últimas 24 horas.

De acordo com o comunicado diário do CIVISA “até ao momento foram identificados 271 sismos sentidos pela população” e, “desde as 22h00 do dia 10 de maio às 10h00 do dia 11 de maio, não foi sentido nenhum sismo”.

Também não há registos de sismos sentidos entre as 10h00 e as 22h00 de terça-feira, indicou o CIVISA.

A crise sismovulcânica em São Jorge tem vindo a registar-se desde as 16h05 do dia 19 de março, ao longo de uma faixa com direção WNW-ESE, desde a Ponta dos Rosais até à zona do Norte Pequeno – Silveira.

O sismo mais energético ocorreu no dia 29 de março, às 21h56, e teve magnitude 3,8 (Richter).

De acordo com a escala de Richter, os sismos são classificados segundo a sua magnitude como micro (menos de 2,0), muito pequenos (2,0-2,9), pequenos (3,0-3,9), ligeiros (4,0-4,9), moderados (5,0-5,9), fortes (6,0-6,9), grandes (7,0-7,9), importantes (8,0-8,9), excecionais (9,0-9,9) e extremos (quando superior a 10).

A ilha mantém o nível de alerta vulcânico V4 (ameaça de erupção) de um total de sete, em que V0 significa “estado de repouso” e V6 “erupção em curso”.

O Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA) informou ontem que a atividade sísmica continua “acima do normal” na ilha de São Jorge, mas não houve nenhum sismo sentido nas últimas 24 horas.

De acordo com o comunicado diário do CIVISA “até ao momento foram identificados …





Para continuar a ler o artigo torne-se assinante ou inicie sessão.


Contacte-nos através: 292 292 815.




Outras Notícias
Símbolos da Jornada Mundial da Juventude chegam na quinta-feira aos Açores
.
Portugal tem “papel forte” no suporte logístico à Europa
.
Açores admitem liderar processo nacional de uso de tecnologia como prova judicial
.
Governo Regional vai adquirir três mil computadores e mil ‘tablets’
.